Avatar
Marcos Nunes Carreiro

Vereador anapolino cobra agilidade de obras, sobretudo viaduto do Daia

Viaduto do Daia, quando estiver pronto, trará grandes benefícios / Foto: Fernando Leite -  Jornal Opção

Viaduto do Daia, quando estiver pronto, trará grandes benefícios / Foto: Fernando Leite – Jornal Opção

O viaduto que possibilitará acesso ao Distrito Agroindustrial de Anápolis (Daia) significará um grande benefício para quem transita pela BR-153 e, principalmente, para a população da cidade. Con­tudo, os transtornos durante o andamento dessa obra, que demorou anos para sair do papel, tem tirado o sono dos anapolinos. A obra já dura mais de um ano, mas tem previsão de entrega para agosto. E, desde o início, longos congestionamentos e acidentes têm sido a marca principal do viaduto.

E dada a insatisfação da população e dos trabalhadores do Daia, o vereador Jakson Charles (PSB) foi a Brasília conversar com o diretor geral do Departamento Nacional de Infra­estrutura de Transportes (Dnit), Jorge Ernesto Fraxe, e com o superintendente regional do Dnit em Goiás e Distrito Federal, Flávio Murilo Prates. Acompanharam o vereador: o presidente da Fede­ração dos Trabalhadores nas In­dús­trias Metalúrgicas de Goiás, Carlos Albino Rezende; o presidente re­gi­onal dos metalúrgicos de Anápolis, Reginaldo José Faria; e o diretor para assuntos do Daia na Associa­ção Comercial e Industrial de Anápolis (Acia), Francisco Pontes.

Na pauta principal estava o viaduto do Daia. De acordo com Jakson Charles, o diretor Jorge Ernesto disse que não estava sabendo dos transtornos e a partir de agora, medidas serão tomadas. “Pri­meiro, o diretor foi contundente com a equipe responsável pelas obras, que também estavam presentes na reunião. Segundo, determinou datas para solucionar os problemas apontados: deu 15 dias para liberar a entrada para o Daia, uma vez que quem vem de Goiânia ou Brasília precisa entrar no Daia por desvios, o que causa transtornos. Consequentemente, os desvios da própria rodovia precisam ser modificados. E isso já está ocorrendo. Visitei a obra na sexta-feira, 30, e já havia tratores trabalhando nos desvios e a sinalização já estava sendo reposicionada e acrescentada até certa distância da obra. Isso facilitará a visão de quem trafega pela rodovia a noite”, diz o vereador.

Além disso, o diretor do Dnit também pediu 30 dias para apresentar projeto que viabilizará a construção de alças de acesso ao viaduto, um pedido dos trabalhadores. Segundo o Dnit, esse projeto já começou a ser feito e deve ser entregue antes do prazo pedido. “Desde a semana passada, também tem um auditor do Dnit fiscalizando a obra. O diretor disse que quer estar informado do andamento da obra”, conta Jakson Charles.

Outras cobranças

Jakson Charles diz que o viaduto do Daia não foi o único assunto da reunião. Ele afirma que também cobrou mudanças no viaduto Miguel Moreira Braga, na intersecção da BR-153 com a BR-060, saída para Brasília, que sofre com congestionamentos; na trincheira que passa próximo ao Clube Lírios do Campo, nas proximidades da BR-153, que está com fissuras e rachaduras; e no viaduto que liga a BR-153 à BR-414. Todas essas obras, segundo o vereador precisam sofrer procedimentos e

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.