Avatar
Frederico Vitor

UPA 24 horas pode tirar kartódromo da Vila Esperança

Kartódromo que já foi considerado um dos melhores do Brasil pode ser transferido para outro local em função da UPA 24 horas construída ao lado | Foto: Fernando Leite/Jornal Opção

Kartódromo que já foi considerado um dos melhores do Brasil pode ser transferido para outro local em função da UPA 24 horas construída ao lado | Foto: Fernando Leite/Jornal Opção

Outrora um dos melhores do Brasil, o kartódromo de Anápolis, na Vila Esperança, pode estar com os dias contados. Seis anos depois de ser fechado para servir de base de apoio ao maquinário das obras do túnel da Ferrovia Norte-Sul e do viaduto do Daia, na BR-153, a praça esportiva ainda não poderá passar por reformas. Isso porque, enquanto não for feito um estudo de viabilidade de impacto em relação à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) 24 horas construída e inaugurada em julho do ano passado, ao lado ao equipamento público esportivo, a pista vai permanecer sem receber eventos.

De acordo com o secretário municipal de Esporte e Lazer de Anápolis, Ademir Marinho, a prefeitura tem planos de reestruturar o kartódromo para receber novamente competições de nível nacional e internacional, porém tudo dependerá do laudo de viabilidade. Caso o estudo aponte que o kartódromo não poderá funcionar ao lado de uma unidade de saúde, o titular afirma que será construída nova praça esportiva em outro local da cidade, ainda a ser estabelecido.

A maior do Centro-Oeste e uma das maiores do País, a UPA 24 horas de Anápolis tem mais de 4 mil metros de área construída e registra, atualmente, aproximadamente 14 mil atendimentos por mês. A unidade acolhe casos emergenciais em várias especialidades médicas, como clínica-geral, pediatria, ortopedia e odontologia. Também serão oferecidos serviços multidisciplinares como assistência social, nutricionista, farmacêutico, enfermeiro, biomédico, e técnicos de enfermagem, laboratório, radiologia e gesso.

De acordo com o secretário municipal de Saúde, Luiz Carlos Teixeira, a UPA 24 horas tem caráter regionalizada, ou seja, segue determinação do Ministério da Saúde de se situar em local de fácil acesso, inclusive em relação a outros municípios, para receber pacientes tanto da cidade quando da região. O secretário ressalta que a UPA está situada às margens da BR-153 por ser um local oposto à outra unidade de emergência localizada na região Sul da cidade, o Cais 24 horas, que já foi habilitado para se tornar uma UPA.

Sobre a unidade, o secretário relata: “O local escolhido não foi por acaso, a aérea atendia a todos os critérios do Ministério da Saúde para construção de uma UPA, uma unidade que atende cerca de 400 pessoas por dia e que mudou a cara da saúde de um município polo como Anápolis”.

O kartódromo foi inaugurado em 1987, durante a administração do então governador Henrique Santillo. O evento inaugural foi um Campeo­nato Brasileiro de Kart no qual o goiano Ricardo Santos recebeu a bandeirada na primeira posição, seguido por Rubens Barrichello e Christian Fittipaldi, pilotos de renome nacional que depois passariam pela Fór­mula-1. Em terceiro chegou o vencedor da edição de 2013 das 500 Milhas de Indianápolis, o baiano Tony Kanaan, e em quarto, o também piloto da Fórmula Indy, o brasiliense Vitor Meira.

Considerada uma das melhores pistas do Brasil, o kartódromo já foi palco de uma etapa do Campeonato Sulamericano realizado em 1993, a mais importante competição da modalidade do continente sul-americano. Em 1999, Anápolis voltou a sediar o Campeonato Brasileiro de Kart e, naquela etapa, foi registrado o recorde de participantes, em que mais de 200 pilotos de todo o País competiram no kartódromo anapolino. Em 2000, Anápolis sediou uma Copa Brasil de Kart.

Detentora da maior reta dos kartódromos brasileiros, a pista de Anápolis é considerada desafiadora por muitos pilotos, sendo uma das escolas de dezenas deles, principalmente de Goiás e do Distrito Federal. Apesar de carecer de ampla reforma para ser novamente palco de grandes competições regionais, nacionais e internacionais, alguns pilotos ainda utilizam a pista para treinos. Há informações de que a Federação Goiana de Auto­mobilismo tem a intenção de organizar eventos ainda neste ano. Agora resta esperar para ver.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.