Frederico Vitor
Frederico Vitor

Prefeitura, MP e Segurança Pública se reúnem para discutir atribuição de competências

João Gomes com cúpula da Segurança Pública de Goiás

João Gomes com cúpula da Segurança Pública de Goiás

Melhorias no atendimento da população no que se refere aos acidentes de trânsito sem vítimas no município. Este foi o principal tema discutido na reunião realizada na sede do Ministério Público em Anápolis na última semana, com o objetivo de traçar as providências que serão adotadas, em consenso, pelas instituições competentes na fiscalização deste tipo de ocorrência em Anápolis.

Participaram da reunião o prefeito João Gomes, o secretário estadual de Segurança Pú­blica, Joaquim Mesquita, o promotores titulares das 7ª e 9ª Promotorias de Justiça, Publius Lentulus Alves da Rocha e Marcelo Henrique dos Santos. O comandante-geral da Polícia Militar de Goiás (PM-GO), coronel Silvio Benedito Alves, o procurador-geral do Município, Edmar Silva, o diretor geral da CMTT, Alex Araújo e o assessor especial de Segurança Pública, coronel Sidney Pontes.

No encontro, os promotores indicaram a necessidade de adequação do serviço de atendimento de ocorrências de acidentes de trânsito ocorridos nas vias do município, desde que não haja vítimas. Segundo o promotor Publius Lentulus, na ótica do Ministério Público, quando não há danos à pessoa, os acidentes de trânsito que só resultam em danos materiais podem ter a cobertura somente da Compa­nhia Municipal de Trânsito e Transporte (CMTT).

Após as justificativas pautadas, as instituições responsáveis acordaram a assinatura de um documento que viabilizará a realização de estudos técnicos para que haja a adequação dos atendimentos destas ocorrências. Previsto para ser finalizado até o fim deste mês, o documento indicará as etapas, bem como as datas para a sua aplicação. Segundo o secretário Joaquim Mesquita, tanto a Secretaria Estadual de Segurança Pública e a Prefeitura de Anápolis, vão realizar as avaliações devidas. “O Gabinete de Gestão Integrada, indicará as medidas que viabilizarão esta demanda”, diz.

João Gomes considerou as deliberações do encontro produtivas para a cidade. Ele lembrou que as atribuições resultantes deste estudo permitirão a implementação das mudanças que, segundo ele, serão gradativas. “Considero a ação efetiva para colocar mais policias a disposição da população no patrulhamento da nossa cidade e vamos fazer as mu­danças para que não haja prejuízo à cidade. ”

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.