Frederico Vitor
Frederico Vitor

PHS, PSD e PEN pretendem fazer cinco vereadores nas eleições de 2016

Elismar Veiga lidera grupo que pretende fazer cinco vereadores em Anápolis

Elismar Veiga lidera grupo que pretende fazer cinco vereadores em Anápolis

Das 23 vagas na Câmara Municipal de Anápolis, o G3, grupo formado pelo PHS, PSD e PEN, promete trabalhar para ocupar pelo menos cinco nas eleições para o legislativo do ano que vem. O triunvirato de partidos que deve fechar em torno da candidatura de Elismar Veiga (PHS) à prefeitura, tem como meta avançar sobre o Legislativo municipal na tentativa de reverter a atual situação no qual nenhuma das siglas possui um representante na Casa.

Faltando mais de um ano para as eleições municipais, o G3 começou a se movimentar para chegar com capilaridade e com melhores condições eleitorais para enfrentar a máquina petista do prefeito João Gomes (PT) e o PSDB do governador Marconi Perillo e do deputado federal Alexandre Baldy. O grupo vai promover uma série de seminários nas diversas regiões da cidade em busca da consolidação do projeto político. São nesses encontros que os dirigentes do partido acreditam que será possível a formação dos times que vão entrar na disputa eleitoral.

Segundo Elismar Veiga, a ideia é que cada partido que compõe a frente oficialize pelo menos 34 candidaturas a vereador numa chapa pura. Porém, se houver necessidade de formar uma coligação, o plano se voltará para formação de uma frente de 46 candidatos. Todavia, tudo isso será definido no ano que vem, já que está em conversação a adesão de mais dois partidos que podem entrar no agrupamento político tornando-o em um possível G5. “Os seminários vão ajudar os partidos e os integrantes do grupo a formar seus times para disputar as eleições proporcionais”, diz Elismar Veiga.

O consciente eleitoral na última eleição em Anápolis ficou em oito mil votos. Segundo Elismar Veiga a meta do PHS é conquistar cerca de 22 mil votos para eleger três vereadores. Não será uma tarefa fácil, porém o dirigente partidário acredita que a movimentação e a iniciativa do grupo, de antecipar o debate eleitoral por meio do diálogo com a população pelos seminários, poderá render dividendos políticos no futuro próximo. “Esses seminários serão o termômetro da participação popular e estamos animados e confiantes da resposta positiva dos anapolinos.”

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.