Avatar
Frederico Vitor

Operação tapa-buracos continua intensificado no fim do período chuvoso

Apesar das chuvas, Prefeitura não paralisa os serviços de tapa-buracos

Apesar das chuvas, Prefeitura não paralisa os serviços de tapa-buracos

A Secretaria Municipal de Obras, Serviços Urbanos e Habitação continua intensificando o serviço de tapa-buracos em Anápolis, mesmo em período chuvoso. Diariamente é feita uma distribuição do serviço nos bairros da cidade, contemplando todas as regiões. O objetivo é atender a demanda da cidade nos locais críticos que são danificados pelas fortes chuvas. Somente no mês de março foram mais de duas mil toneladas de massa asfáltica e em abril a mesma tonelagem já que a meta é que os reparos sejam feitos em ritmo acelerado.

O secretário municipal de O­bras, Serviços Urbanos e Habi­ta­ção, Leonardo Viana, afirma que oito equipes trabalham na frente de tapa-buracos em todas as regiões da cidade, com três equipes maiores apoiados com caminhões trucados, além de máquinas compactadoras. Cada frente, segundo Leonardo Viana, gasta cerca de dois caminhões trucados por dia de asfalto. O titular explica que pavimentação é feita com asfalto quente, por isso, quando há uma chuva forte, principalmente na madrugada, é necessário um período maior para preparar o material e colocar as equipes nas ruas. “Quando chove muito de madrugada não começamos trabalhar bem cedo, prejudicando um pouco nosso cronograma do dia e acabando aplicando apenas um caminhão, mas mesmo assim continuamos atuantes.”

No último ano, a Secretaria Municipal de Obras, Serviços Urbanos e Habitação usou mais de 30 mil toneladas de massa asfáltica para realizar as melhorias. Para se ter uma ideia, são cerca de 60 quilômetros de pavimentação. Leonardo Viana afirma que as equipes tem atuado no Centro de Anápolis, regiões Norte, Leste e Oeste, de forma bem distribuída pela cidade. Ele lembra que a prefeitura não trabalha sozinha, portanto a participação da população importante no sentido de avisar a localização dos buracos e fissuras para que as equipes cheguem mais rapidamente aos locais das demanda. “Os anapolinos tem soli­citado os trabalhos de tapa-buraco por meio do telefone 156 que nos chega via sistema. Reunida todas as solicitações, elas são integradas às rotas que devem ser percorrida por nós durante a semana”, diz.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.