Yago Rodrigues
Yago Rodrigues

Ações municipais têm contribuído com a eficiência da Segurança Pública em Goiás

Através das ferramentas de banco de horas e do videomonitoramento, o município de Anápolis vem contribuindo com a Segu­rança Pública do Estado. O sistema de videomonitoramento, que faz parte do Gabinete de Gestão Integrada Municipal, foi inaugurado em 2010, com 25 câmeras. Em dezembro, o sistema foi ampliado, totalizando 68 câmeras. Nos locais em que os equipamentos foram instalados, houve redução no índice de criminalidade.

Monitoramento no combate ao crime

Monitoramento no combate ao crime

“Ainda há problemas pontuais, mas o sistema tem contribuído bastante. A partir do momento em que é detectado um problema de segurança pública, o sistema de proatividade é acionado. Ou seja, a viatura vai ao local”, afirma o assessor especial de Segurança Pública, Sidney Pontes. Além disso, vítima de furto de veículos e acidentes de trânsitos têm recorrido às imagens gravadas para solucionar os casos. São ocorrências pontuais.

Com a ampliação das câmeras, hou­ve uma descentralização em dois sentidos: alguns bairros foram be­neficiados, como Vila Formosa e Re­canto do Sol, na redução de casos e na cobertura das entradas e saídas da cidade. “Entretanto, o sistema de vi­deomonitoramento não substitui os órgãos responsáveis pela segurança pública. Ele contribui”, frisa Sidney.

Já o banco de horas, de responsabilidade da Prefeitura, é o maior do Estado, informa. “Hoje, a polícia disponibiliza de R$ 217,5 mil, por mês, e 60% são destinados à segurança pública”, explica. O município reserva um montante maior para Polícia Militar, na prevenção e há, também, recursos financeiros de apoio a Polícia Civil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.