Polícia prende ex-deputado acusado de estupro da ex-noiva

Devido a um mandado de prisão preventiva, o hoje suplente de deputado federal estava foragido

Curitiba, 08/08/11 - Presidente da Cohapar prestigia posse do Secretário de Política Habitacional de Curitiba. Osmar Bertoldi, secretário de Política Habitacional de Curitiba. Foto: Caiti Tainá / Cohapar

O ex-deputado Osmar Stuart Bertoldi, do DEM do Paraná, foi preso na quarta-feira, 24, em Santa Catarina. Ele é acusado de estuprar sua ex-noiva Tatiane Bittencourt. As acusações são: “estupro, lesão corporal dolosa, constrangimento ilegal, ameaça e redução a condição análoga à de escravo”.

Suplente de deputado federal, Osmar Stuart Bertoldi estava foragido da polícia desde dezembro de 2015, pois havia um mandado de prisão preventiva contra ele.

Tatiane Bittencourt 2bertoldi2

Tatiana Bittencourt sente-se “aliviada” com a prisão de Osmar Stuart Bertoldi.

O ex-deputado estava morando no litoral de Santa Catarina, em Balneário Camboriú.

A defesa de Osmar Stuart Bertoldi, após sugerir que as acusações são “estapafúrdias”, afirma que Tatiane Bittencourt, a vítima, tentou extorquir o ex-deputado.

Como integrante da coligação que bancou e elegeu o tucano Beto Richa para o governo do Pará, Osmar Stuart Bertoldi ganhou o cargo de diretor da Companhia Habitacional do Paraná (Cohapar). Ele foi exonerado assim que o caso foi divulgado pela imprensa.

Quando Fernando Francischini, do Solidariedade, assumiu a Secretaria de Segurança Pública, Osmar Stuart Bertoldi chegou a assumir o mandato de deputado federal.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.