PMDB irista aposta em segundo turno e em virada. Iris aposta que lidera em Goiânia

Agenor Mariano com Iris Rezende: “Com o apoio de Vanderlan Cardoso e Antônio Gomide, nós temos condições de derrotar Marconi Perillo”

Agenor Mariano com Iris Rezende: “Com o apoio de Vanderlan Cardoso e Antônio Gomide, nós temos condições de derrotar Marconi Perillo”

O Jornal Opção ouviu seis peemedebistas na semana passada. Todos admitem que, se for para o segundo turno, o candidato do PMDB a governador, Iris Re­zende, irá atrás de Marconi Perillo, do PSDB. Frisam que a campanha do tucano-chefe conta com uma estrutura financeira mais ampla e com aliados espalhados por todo o Estado.

Sugerem que o fato de a chapa de deputado federal e estadual da base governista ser mais consistente também impulsiona a campanha de Marconi. Frisam que os políticos que realmente movimentam a campanha são os candidatos a deputado. Sustentam que a campanha de Vanderlan Cardoso a governador praticamente não existe na maioria dos municípios porque o candidato do PSB não tem uma chapa sólida para deputado. “Vanderlan ‘subiu’, é fato, mas não tem condições de ‘virar’ o jogo e superar Iris”, afirma o vice-prefeito de Goiânia, Agenor Mariano (PMDB).

Os peemedebistas asseguram que as pesquisas, assim como seus trackings, indicam que, na hipótese de segundo turno, não há a “mínima” possibilidade de Vanderlan “superar” Iris e disputar com Marconi. A onda vanderlanista seria pura operação de marketing, potencializada pelas redes sociais. “Iris vai para o segundo turno. Ele está no segundo turno”, afirma o vice-prefeito de Goiânia, Agenor Mariano.

Um ex-deputado afirma que, contados os votos, “além da definição do segundo turno, se poderá verificar que a diferença entre Marconi, que de fato lidera, e Iris é bem menor do que dizem as pesquisas. O resultado das urnas possivelmente deixará os institutos de pesquisa numa saia-justa, exceto se o tucano for eleito no primeiro turno. Já sei até o que seus dirigentes vão dizer — que os indecisos decidiram o segundo turno”.

Agenor conta que Iris fez uma carreata no interior e o deputado estadual Bruno Peixoto, ao voltar, procurou-o para contar como havia sido. “O Bruno me disse: ‘Agenor, exceto se eu estiver enganado, nós vamos ganhar. Porque o povo está nos recebendo de braços abertos. Estou entusiasmado’.” Mas e as pesquisas? “Não sei, não. Há alguma coisa errada. O povo do interior, como disse Bruno Peixoto, está ‘doido’ com Iris.”

Um aliado de Agenor corrobora: “Respeito as pesquisas, mas não dá para aceitar que, em Goiânia, Iris está em segundo lugar. De qualquer maneira, Iris continua fazendo uma campanha forte e sempre diz que Goiânia não o preocupa. Ele está convicto de que será eleito”.

Agenor completa: “O ânimo de Iris é dos melhores. Porque acredita que, com dez minutos na televisão no segundo turno, o mesmo tempo de Marconi, vai conseguir ‘virar’ o jogo e ser eleito”. O vice-prefeito acrescenta: “Com o apoio de Vanderlan e Antônio Gomide, o segundo turno será outra história”.

2 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
2 Comment authors

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Giovanni Paschoal

Ué…tem estrela até na cabeça do vice candidato a Prefeito pelo PMDB….

JOÃO CARRIJO

“Iris vai para o segundo turno. Ele está no segundo turno”, afirma o vice-prefeito de Goiânia, Agenor Mariano. E eu acredito em papai noel …