Matheus Ramos e Tenente Pereira podem entrar na disputa pela prefeitura de Alexânia

Ambos são vereadores pelo município. Um é o presidente da Casa, o outro tem apenas 23 anos, mas lidera aa apresentação de propostas relevantes 

Com a proximidade da eleição que vai eleger prefeitos dos municípios goianos para 2020, em Alexânia surgem como possíveis sucessores do autual chefe do Executivo, Sr. Alysson (PPS), os vereadores Matheus Ramos (PSDB) e Tenente Pereira (SD).

A expectativa é de que eles formem uma chapa para disputar o pleito. Pereira que teve mais de 30 anos prestados à segurança pública, agradou como Presidente da Câmara. Ele leva também méritos na instalação do Colégio Militar no município e tem o respeito da população pela forma ética e democrática que conduziu o Legislativo.

Já Matheus é considerado uma das maiores revelações políticas de Alexânia dos últimos anos, sua atuação como vereador tem surpreendido e ele lidera na Câmara a apresentação de propostas relevantes além de se mostrar sempre combativo. O parlamentar de 23 anos ganhou ainda mais popularidade política em 2018, quando pleiteou o cargo de Deputado Estadual e foi bem votado na região.

A relação entre os dois é amigável e uma possível parceria política está sendo analisada minuciosamente por ambos.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

RICARDO DIAS CALDEIRA

ótimos nomes, valorizam qualquer eleição. temos mais bons nomes em nossa cidade, tomará que o nível seja este, da mais alta qualidade , de pessoas que incentivem a cidadania , a valorização das pessoas e de tudo de bom que temos aqui. apoiando, em vez de combater, nossas empresas empregos e riquezas serão criadas , mais impostos arrecadados, mais dinheiro poderão ser investidos em educação e saúde, principais preocupações e necessidades de nossa sociedade.

Charles

Sou morador de Goiânia a mais de 28 anos, mais nasci em Alexânia-Go, meus amigos de Alexânia o Ten Pereira e o nome certo a pessoa certa, o voto e livre mais a consciência de mudança e de cada um!