Luiza Frischeisen é a 1ª colocada da lista tríplice pra PGR; Bolsonaro deve manter Augusto Aras

Mario Bonsaglia e Nicolau Dino figuram na lista tríplice. Mas o presidente teria um “pacto” com o atual chefe da Procuradoria-Geral da República

Comenta-se, no Palácio do Planalto, que o procurador-geral da República, Augusto Aras, será reconduzido ao cargo pelo presidente Jair Bolsonaro.

Mas, se depender dos procuradores federais, a procuradora-geral será Luiza Frischeisen. A subprocuradora foi a primeira colocada na disputa para a PGR, com 647 votos.

Luiz Frischeisen: subprocuradora da República | Foto: Reprodução

O subprocurador Mario Bonsaglia, segundo colocado, obteve 636. Com 587 votos, Nicolao Dino ficou em terceiro lugar.

No geral, o mais votado, no caso Luiza Frischeisen, é escolhido para chegar ao comando da Procuradoria-Geral da República.

Mas o que se sabe é que Bolsonaro, fechado com Augusto Aras, vai ignorar a lista tríplice.

Conta-se que Augusto Aras planejava ocupar a vaga de Marco Aurélio Mello no Supremo Tribunal Federal. Mas, como a vaga estaria reservada para André Mendonça, Augusto Aras, como compensação, seria mantido na direção da PGR.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.