Vereadora quer que Tribunal de Contas faça auditoria na Comurg

Esta é a primeira vez que um pedido deste tipo é requerido na Câmara. Priscilla Tejota justifica solicitação devido a quantidade de denúncias envolvendo órgão

Vereadora Priscilla Tejota | Foto: Fernando Leite/Jornal Opção

A vereadora Priscilla Tejota (PSD) apresentou durante sessão ordinária desta quinta-feira (16/2) um requerimento ao presidente da Câmara, Andrey Azeredo (PMDB), para que encaminhe ao Tribunal de Contas do Município (TCM) um ofício solicitando uma auditoria nas contas da Companhia de Urbanização de Goiânia (Comurg) entre janeiro de 2015 e dezembro de 2016.

Esta é a primeira vez que um pedido de auditoria é requerido na Câmara Municipal. A vereadora explica que tomou a iniciativa devido a quantidade de denúncias que estão sendo apresentadas pelo Ministério Público e pela imprensa referentes à pasta.

“Goiânia está sofrendo com a falta do recolhimento do lixo em muitos bairros há 15 dias. Mais de 40 caminhões estão parados e a Companhia apresenta dívidas de quase 60 milhões de reais. A última gestão não deixou dinheiros em caixa para efetuar os pagamentos de serviços contratados”, argumentou.

Priscilla apresentou dados que evidenciam que a má gestão da Comurg resultou em um gasto excessivo do dinheiro público e sem devolver um serviço satisfatório aos goianienses. “Em Goiânia, o custo per capita com limpeza urbana é de R$ 412,00, enquanto que em outras capitais, como Porto Alegre, é de R$ 103,00. Queremos que a atual situação da Comurg seja devidamente explicada e que o prefeito Iris Rezende tome as devidas providências para que a cidade volte a ser atendida decentemente.”

Deixe um comentário

wpDiscuz