Saúde vai investigar morte de mãe e filho por dengue hemorrágica em Goiânia

Denícia Pereira, de 93 anos, e o filho dela, João Pereira, de 50 anos, morreram na última terça-feira (18), com apenas 12 horas de diferença

Foto: Venilton Kuchler/ANPr

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) informou nesta quinta-feira (20/4) que abriu processo de investigação para apurar duas mortes por dengue hemorrágica em Goiânia.

Denícia Pereira, de 93 anos, e o filho dela, João Pereira, de 50 anos, morreram na última terça-feira (18), com apenas 12 horas de diferença. Os dois moravam a uma rua de distância, no Setor Jardi, Curitiba.

A SMS explicou, via nota, que a investigação do caso para comprovação do diagnóstico deve durar em torno de 30 dias. Ainda conforme a pasta, apenas neste ano já foram notificados 9.626 casos de dengue na capital, com uma morte confirmada.

Deixe um comentário

wpDiscuz