Prefeito denuncia maior dívida per capita do país em cidade goiana de 3 mil habitantes

Recém-empossado na Prefeitura de Campos Verdes, Haroldo Naves relata débito de mais de R$ 13 mil por morador da cidade

Prefeito de Campos Verdes em reunião com ministro Osmar Terra para discutir situação financeira da cidade | Divulgação

Com cerca de 3,6 mil habitantes, o município de Campos Verdes, no Norte goiano, é a cidade com a maior dívida per capita do do País. É o que denuncia o novo prefeito Haroldo Naves, do PMDB. Segundo o gestor recém-empossado, a antiga gestão do município deixou uma dívida estimada em torno de R$ 50 milhões, o que representaria um débito de mais de R$ 13 mil para cada morador da cidade.

Do montante de dívidas, R$ 17 milhões são referentes ao Fundo de Previdência do Município. A prefeitura também mantém débitos com o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), com a Saneago, Celg, com a Receita Federal, fora precatórios e restos a pagar com prestadores de serviço e funcionários aposentados.

Para peemedebista, a atual situação do município beira ao “descalabro financeiro” e torna a cidade praticamente ingovernável. Conforme assessoria da atual gestão, fora a dívida proporcionalmente estratosférica, o prefeito ainda encontrou o hospital da cidade com as portas fechadas, além de ruas esburacadas, obras inacabadas e a frota de veículos completamente destruída.

Devido à calamidade relatada, o prefeito conta que, só na participação do Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços (ICMS), Campos Verdes perderá em 2017 mais de R$ 27,83% de sua  participação, uma vez que a gestão anterior teria deixado de cumprir requisitos básicos.

Somado a este cenário de caos, Haroldo ainda cita a aprovação da PEC 55 no Congresso Nacional, que prevê corte nas receitas do municípios.

Na tentativa de recuperar os cofres da cidade, Haroldo Naves, também eleito presidente da Federação Goiana de Municípios (FGM), se reuniu na última semana com o ministro do Desenvolvimento Social, Osmar Terra, em Goiânia, e encaminhou diversos pedidos de benefícios para Campos Verdes.

Até a publicação desta matéria, a reportagem não conseguiu contato com o ex-prefeito Vilmar José Corrêa (PSD).