Polícia encontra mais corpos em prisão de Roraima e número de vítimas sobe para 33

Governo admitiu erro na recontagem de sobreviventes. Perícia e Polícia Civil trabalham na remoção e identificação dos cadáveres

O governo de Roraima informou neste sábado (7/1) que foram encontrados mais dois corpos enterrados na Penintenciária Agrícola de Monte Cristo (Pamc), elevando para 33 o número de mortos durante um massacre na unidade prisional na madrugada da última sexta-feira (6).

Os corpos foram encontrados em uma vistoria feita por policiais após familiares terem descrito onde os presos teriam sido enterrados.

Em nota, o governo de Roraima disse que a “perícia e a Polícia Civil estão no local para fazer a remoção, e iniciar o trabalho de identificação e liberação dos cadáveres para a família.”

Na mesma nota, o governo reconhece uma falha na recontagem dos presos após o massacre, admitindo que “os dois detentos não haviam sido identificados na contagem após a morte de 31 reeducandos.”

Os dois mortos encontrados neste sábado não foram identificados. Mais cedo, foi divulgada uma lista com os nomes de 31 mortos no massacre.