Ônibus da Metrobus explode após ser incendiado em protesto na saída para Inhumas

Veículo foi alvo de depredação de usuários do transporte coletivo. Eles reclamam de alterações da CMTC em oito linhas, inclusive as que alimentam o Eixo Anhanguera

Ônibus explodiu após ser incendiado na saída para Inhumas | Foto: Reprodução/Whatsapp

Ônibus explodiu após ser incendiado na saída para Inhumas | Foto: Reprodução/Whatsapp

Atualizada em 9h43

Um ônibus da Metrobus explodiu e outros cinco foram incendiados na GO-070, próximo ao Conjunto Primavera, saída para Inhumas, na manhã desta segunda-feira (21). Moradores da região atearam fogo nos veículos em protesto contra mudanças nas linhas do transporte coletivo da Região Oeste da capital.

Cinco viaturas do Corpo de Bombeiros foram encaminhadas ao local para controlar as chamas. Até o momento, não há informações sobre feridos. De acordo com o coordenador de operações da corporação, capitão Edmundo Henrique, mais dois ônibus foram queimados. “O clima está tenso. Parece que os únicos bem-vindos lá são a imprensa”, informou.

As mudanças decorrem da extensão do Eixo Anhanguera, que passou a circular nos municípios de Trindade, Goianira e Senador Canedo em setembro do ano passado. Porém, usuários reclamam da extinção de linhas que faziam conexão com o Eixão.

Oito novas linhas começaram a operar no último sábado (19) após interferências da Companhia Metropolitana de Transportes Coletivos (CMTC), Metrobus e Consórcio RMTC. Três pontos de conexão foram criados para facilitar o acesso ao Eixo Anhanguera nas rodovias GO-060 e 070.

Deixe um comentário

wpDiscuz