Médico é preso acusado de abusar sexualmente de pacientes dentro de consultório

Vítimas registraram ocorrência policial após sofrerem constrangimentos e abusos durante exame clínico para retirada de carteira de motorista

Médico de 69 anos teve prisão preventiva decretada após denúncias de abuso sexual dentro de consultório | Foto: Divulgação / PC

A Polícia Civil do Estado de Goiás prendeu nesta sexta-feira (21/4) o médico suspeito de violação sexual dentro de consultório médico, em Valparaíso, entorno do Distrito Federal. Ao menos duas vítimas denunciaram o profissional, que teve a prisão preventiva cumprida pela Delegacia da Mulher (Deam) da Delegacia Regional de Valparaíso. A Polícia Civil não divulgou o nome do suspeito.

Segundo a delegada responsável pelo caso, Ísis Leal, as vítimas F.R.M (20 anos) e C.M.P (43 anos) foram ao consultório do médico para fazer exames de retirada e renovação de CNH e relataram que, durante a consulta, foram tocadas de forma libidinosa pelo médico.

As vítimas relataram carinhos na cintura, massagem no pescoço, toque nos seios, entre outros constrangimentos. O médico teria afirmado que poderia tocá-las daquela forma em razão de sua profissão, sob o argumento de que se tratava de um exame geral.

Indignadas com a situação, as vítimas registraram ocorrência policial. A delegada Ísis Leal solicita que possíveis demais vítimas procurem a Deam de Valparaíso ou entrem em contato por meio dos telefones (61) 3629-8246 ou 197.

Deixe um comentário

wpDiscuz