Lêda Borges reassume Secretaria Cidadã e afasta rumores de richas com deputados

Deputada estadual afirmou que se licenciou da pasta para reorganizar seu gabinete na Assembleia Legislativa e já havia acordado retorno com governador

Em coletiva de imprensa, Lêda fez balanço da sua atuação na pasta durante 2016 | Foto: Bruna Aidar/ Jornal Opção

A deputada estadual Lêda Borges (PSDB) retomou, nesta quinta-feira (16/2), a titularidade da Secretaria Cidadã. Ela ficou fora da pasta por 45 dias, período em que reassumiu seu mandato, segundo ela, para reorganizar seu gabinete. O comunicado solicitando seu retorno foi apresentado a ela ainda na quarta-feira (15).

Na véspera, Lêda esteve presente na reabertura dos trabalhos da Assembleia Legislativa, mas apenas para que pudesse se licenciar novamente do mandato. “Aguardei a instalação da sessão para poder até me licenciar. O governador acatou meu pedido de retorno à Assembleia no início de janeiro para que eu pudesse reorganizar meu gabinete, tendo em vista que nós teríamos um novo presidente”, disse ela.

De acordo com Lêda, essa reorganização diz respeito às suas bases no interior de Goiás. Mesmo licenciada, a deputada permanece com os assessores interioranos. “Suplente não possui esses cargos, o gabinete fica à disposição dele, mas todo montado”, esclareceu ela.

“Eu sou uma representante do estado, mas em voto, a capital não é o meu reduto, e sim todo o entorno de Brasília. Aliás, eu tive voto em 106 municípios em Goiás. Nosso gabinete possui as assessorias parlamentares e de gabinete, então você precisa estar no seu mandato para fazer essas atribuições”, explicou.

Em entrevista coletiva, Lêda afastou rumores de que sua saída teria se dado por reclamações de deputados de que ela não os recebia devidamente na secretaria. “Nunca tive conhecimento de nada nesse sentido e, aliás, nesses dois anos, o governador nunca me chamou a atenção”, brincou a secretária. Sobre as queixas, ela disse apenas que precisa atender os parlamentares, mas respeitando as normas e limites da pasta.

Secretaria Cidadã

Na coletiva, ela fez um balanço da sua atuação à frente da pasta em 2016, destacando os programas Renda Cidadã, Ação Cidadã, Núcleo do Direito ao Nome, Bolsa Família, Passaporte do Idoso, Passes Livres do Deficiente, Rede de Atendimento à Mulher, Jovem Cidadão, Pão e Leite, Água e Energia, entre outros.

De acordo com a secretaria, 70 mil famílias foram atendidas no Renda Cidadã; 104 mil beneficiadas em 43 municípios pelo Ação Cidadã; e 4.600 vagas abertas no Jovem Cidadão; e 1.697 registros foram emitidos no Núcleo do Direito ao Nome.

Para 2017, ressalta, há obras em fase de conclusão e entrega, principalmente do Programa Sócio Educativo. “Estamos na fase final também do chamamento do programa Jovem Cidadão, a retomada e o planejamento para 2017 do programa Ação Cidadã para o interior do estado e também queremos avançar muito nas políticas públicas do idoso e da habitação dos quilombolas”, finalizou Lêda.

Deixe um comentário

wpDiscuz