Ex-presidente da OAS diz que Lula pediu destruição de provas que pudessem incriminá-lo

Léo Pinheiro foi ouvido nesta quinta-feira (20) pelo juiz Sergio Moro

Em depoimento ao juiz Sergio Moro na tarde desta quinta-feira (20/4), José Aldemário Pinheiro, o Léo Pinheiro, ex-presidente da construtora OAS, revelou que foi orientado pessoalmente pelo ex-presidente Luis Inácio Lula da Silva a destruir provas que pudessem incriminá-lo na Operação Lava Jato.

Pinheiro é réu na ação penal que envolve um triplex em Guarujá, no litoral de São Paulo, e que tem Lula como um dos réus. “Lula me orientou a destruir documentos durante a Lava-Jato”, disse o ex-presidente a Sergio Moro.

Deixe um comentário

Uau.

wpDiscuz