Ex-deputado e ex-marido de Dilma, Carlos Araújo morre aos 79 anos

Membro fundador do PDT e preso político na Ditadura Militar, ele estava internado desde 25 de julho por uma cirrose medicamentosa

Causa oficial da morte ainda não foi revelada | Foto: EBC

O advogado e ex-deputado estadual pelo Rio Grande do Sul, Carlos Araújo (PDT), que também era ex-marido e conselheiro da ex-presidente Dilma Rousseff (PT) faleceu, neste sábado (12/8), aos 79 anos. Ele é pai do único filho de Dilma, Paula Rousseff.

Carlos Araújo estava internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) desde 25 de julho por causa de uma cirrose medicamentosa. A causa oficial da morte, entretanto, ainda não foi revelada.

Ele nasceu em São Francisco de Paula (RS), em 1938, e fez parte da organização guerrilheira VAR-Palmares, onde conheceu Dilma. Preso pela ditadura militar em julho de 1970, ele passou quatro anos na cadeia. Ligado a Leonel Brizola, Carlos Araújo foi um dos fundadores do Partido Democrático Trabalhista (PDT).

Dilma e Carlos foram casados até 2000 e permaneceram amigos mesmo após a separação. Os dois deixaram o PDT naquele mesmo ano e enquanto ela ia para o Partido dos Trabalhadores (PT), ele passou a se dedicar exclusivamente a seu escritório político em Porto Alegre.

Deixe um comentário

wpDiscuz