Deputado goiano diz que PDT pode lançar Flávia Morais ao governo de Goiás

Em entrevista, Karlos Cabral também falou sobre a candidatura do ex-governador Ciro Gomes à presidência: “irreversível”

Karlos Cabral assumiu mandato na Assembleia em dezembro de 2016 | Foto: Agência Alego

Em entrevista nesta segunda-feira (17/7), o deputado estadual Karlos Cabral, do PDT, disse que o partido pode sim, mesmo atualmente na base do governo de Goiás, lançar candidatura próprio ao governo de Goiás no próximo ano. Entre os nomes cotados estaria o da deputada federal Flávia Morais e do presidente do PDT goiano, George Morais.

“O PDT tem condições de encabeçar uma chapa e de fazer um bom debate dentro do governo de Goiás”, disse à reportagem do Jornal Opção.

O cenário foi sugerido por Cabral quando questionado sobre a situação do PDT no Estado dentro do cenário para a disputa presidencial do próximo ano. Como se sabe, o partido anseia lançar o ex-governador do Ceará Ciro Gomes, ao mesmo tempo em que o PSDB tenta definir o escolhido da legenda.

Mesmo aliados no âmbito estadual, Cabral alega não vê dificuldades e reitera que o PDT será regido pelo que decidir o diretório nacional. “Sim, meu partido faz parte da base, mas essa disputa tem que levar em conta em primeiro lugar o cenário nacional”, pondera.

Quanto ao nome de Ciro, o deputado estadual diz que a candidatura é um caminho sem volta e lembra que, caso se confirme a inelegibilidade do ex-presidente Lula, o pedetista ganha força, com chances reais de vitória.

“É irreversível. Estamos trabalhando um rede de apoio para dar sustentação a ele. É uma candidatura viável. Temos o entendimento que a união das forças de esquerda fortaleceria ainda mais o nome de cenário, mas em um contexto em que todas as candidaturas apresentam fragilidade, a do Ciro se mostra muito consolidada”, reitera.

Deixe um comentário

wpDiscuz