Após destruição de 15 ônibus, CMTC volta atrás em mudanças no transporte coletivo

Em nota, companhia lamentou “atos de vandalismo” e disse que manifestações prejudicam população

Foto: Wesley da Silva Costa

Foto: Wesley da Silva Costa

Após protestos e prejuízos contabilizados em quase R$ 6 milhões, a Companhia Metropolitana de Transportes Coletivos (CMTC) voltou atrás em relação a algumas mudanças anunciadas recentemente no sistema do transporte coletivo da Grande Goiânia.

Em reunião com representantes de bairros, na tarde desta segunda-feira (21/9), o órgão decidiu que as linhas que atendem aos pontos de Conexão Triunfo e Primavera vão sair e retornar do Terminal Padre Pelágio para os bairros como linhas expressas.

A medida era uma das reivindicações de manifestantes, que depredaram 15 ônibus articulados da Metrobus, empresa responsável pelo Eixo Anhanguera, na GO-070, próximo ao Conjunto Primavera.

Em nota, a CMTC afirmou que está aberta ao diálogo com a população e lamentou os “graves atos de vandalismo”, que ocorreram na manhã desta segunda-feira. “Esses graves atos impensados de alguns prejudicam o acesso de milhares de cidadãos ao transporte público coletivo e colocam em risco a vida das pessoas”, salienta o comunicado.

Por fim, a companhia afirma que já encaminhou à Agência Goiana de Transportes e Obras (Agetop) a solicitação referente às melhorias necessárias na infraestrutura dos pontos de conexão ao longo da GO-060 e GO-070. Confira a íntegra da nota enviada à imprensa pela CMTC:

A Companhia Metropolitana de Transportes Coletivos (CMTC) informa que, após reunião com representantes dos moradores dos bairros Triunfo, Palmares e Primavera, foram planejadas as alterações recentemente implantadas na operação pelas equipes técnica da CMTC, em parceria com o Consórcio RMTC e Metrobus.

Em resposta às considerações dos moradores do Entorno da GO-070, das 16h30 até as 19h30 de hoje, as linhas que atendem aos pontos de Conexão Triunfo e Primavera, incluindo o bairro Palmares (150, 310 e 599), vão sair e retornar do Terminal Padre Pelágio para os bairros como linhas expressas. O atendimento das linhas com conexão no Ponto Cora Coralina continua normalmente.

Com esta mudança temporária, as linhas 150 – Res. São Bernardo/Palmares, 310 – Res. Triunfo I e 599 – Cj. Primavera, das 5 às 8 horas, que operam nas regiões dos pontos de conexão Triunfo e Primavera, vão sair dos bairros para o Terminal Padre Pelágio. Das 16h30 às 19h30, os ônibus seguirão do Terminal Padre Pelágio para os bairros. Nos demais horários, as linhas sairão dos bairros e irão até os pontos de conexão.

A CMTC reitera que está aberta ao diálogo com a população. Lamenta ainda os graves atos de vandalismo ocorridos, na manhã de hoje (21/09) que culminaram na destruição de 15 ônibus articulados do Eixo Anhanguera, sendo seis deles queimados e outros 9 depredados. Salienta ainda que, esses graves atos impensados de alguns, prejudicam o acesso de milhares de cidadãos ao transporte público coletivo e colocam em risco a vida das pessoas.

A CMTC encaminhou à Agência Goiana de Transportes e Obras (Agetop) a solicitação referente às melhorias necessárias na infraestrutura dos pontos de conexão ao longo da GO-060 e GO-070. Sendo que, algumas delas já estão em fase de implantação.

 

Deixe um comentário

Se não fossem os “atos de vandalismo” a empresa teria voltado atrás? DUVIDO!!

concordo

Destruir patrimônio publico nao é certo.mais também nao é certo aumentar passagens.nós brasileiros estamos cansados.se falamos ninguem ouve,ninguem se importa.tudo k é voltado para a populaçao é humilhante.escolas,saude,transporte,segurança.

Nunca na história se houve vitória onde não se teve batalha, e com manifestação pacificas não se oprime o governo, o vandalismo de fato é um mal, mas da mesma forma que as religiões é um mal necessário.

Me poupe, só quem lamenta por estes atos é eles mesmos, por que a população está cansada de ser taxada de trouxa e não ser ouvida, é obrigado a chegar a este ponto, isto sim é lamentável.

O m p .deverá abrir processo e exigir a prisão dos diretores da empresa CMTC, pois tomaram decisão, com a finalidade de incitar o povo cuidado governador, querem te prejudicar, tá na cara,não vê, quem não quer.

wpDiscuz