Data-base 2016 é aprovada na Assembleia Legislativa

O parlamento tocantinense, em sessão extraordinária, aprovou a data-base 2016 dos servidores públicos da administração direta e indireta. O índice definido para a revisão geral anual foi de 9,8307%, com parcelamento da correção em três vezes: 2% pagos em janeiro de 2017; 2% em maio de 2017; e 5,5658%, em setembro de 2017. O acordo foi possível graças a um esforço orçamentário e financeiro do governo. “Foi elaborado um estudo para definir de qual forma o governo poderia cumprir o que determina a lei sobre as correções anuais. Em razão disso, no ano de 2016, reduzimos o gasto com pessoal, com o fim de contratos temporários e exoneração de comissionados, além da redução de várias outras despesas, e a partir disso se elaborou essa proposta enviada para a Assembleia”, explicou o secretário de Estado da Casa Civil, Télio Leão Ayres.

“Nós temos a expectativa que vamos alcançar o equilíbrio ao longo do ano de 2017. Não é fácil, o grande problema é que ao longo dos anos foram implementadas determinadas vantagens sem uma análise do impacto financeiro. No entanto, com o esforço do governo, foi possível pagar integralmente o 13º salário dos servidores, enquanto outros Estados ainda estão parcelando a folha de novembro”, concluiu.