29/02/12
Goiânia
TRE prorroga prazo para recadastramento biométrico
Novo prazo vai do dia 5 ao dia 23 de março

Janaína Martins

Sabendo que “o brasileiro deixa tudo para última hora”, o desembargador Gilberto Marques Filho já havia cogitado aumentar o prazo de recadastramento para o dia 23 de março. Ele explicou que a decisão da prorrogação só foi divulgada nesta quarta-feira, 29, para evitar que o eleitor demorasse ainda mais a procurar os postos de atendimento.

Desde o mês de abril do ano passado, o TRE-GO tem feito o recadastramento biométrico e até às 13h, desta tarde, cerca de 80,23% do eleitorado foi atendido, o que representa mais de 729 mil pessoas. O atendimento terminaria amanhã, dia 1º de março, mas o TRE-GO decidiu estender o prazo até o dia 23 de março.

A juíza Maria Umbelina Zorzetti, afirmou que estão esperançosos e pretendem atender a 90% da população, mas esse número só será atingido se a população continuar com a procura por atendimento. De acordo com ela, os atendimentos vão continuar na Avenida Multirão, Avenida Anhanguera, Avenida 4ª Radial e nas 4 unidades do Vapt Vupt ( no Banana Shopping, no Araguaia Shopping e nos terminais Praça A e Praça da Bíblia).

O horário também continua o mesmo, das 7h às 18h, mas apenas de segunda a sexta. O atendimento aos finais de semana será interrompido porque o incentivo financeiro está menor, com isso, o trabalho será feito com cerca de 100 servidores a menos.  De acordo com a juíza, os servidores estão trabalhando no limite, para atender a maior parte da população. Por conta disso, o trabalho será interrompido no dia 2 e retomado no dia 5 de Março.

Maria Umbelina também informou que o serviço de agendamento vai retornar para as unidades do Vapt Vupt e da Avenida 4ª Radial. O objetivo é retirar, pelo menos, 3 mil pessoas por dia das filas, mas isso vai depender do eleitor.

Como o período é curto, a juíza pede que nessa fase, apenas o eleitor que está sob revisão procure os postos de atendimentos. Os outros [que vai retirar o título pela primeira vez, ou fazer a transferência] procure por atendimento após o dia 23, já que o prazo para eles vai até o dia 9 de maio. O eleitor que não fizer o recadastramento biométrico terá que pagar uma multa de 3% a 10% do salário mínimo, além de perder o título.

O que pesou na decisão da prorrogação do prazo pelo TRE-GO foi as longas filas e a mudança do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) que deixou o atendimento parado por seis dias, o que ocasionou tulmulto em algumas unidades.