06/03/12
Goiás
MP recomenda nomeação de aprovados em concurso da Educação
Déficit de professores motiva orientação, mas Segplan garante que convocações já estão em andamento

Déborah Gouthier

O MP (Ministério Público Estadual), por meio da promotora de Justiça Fabiana Zamalloa, expediu recomendação ao governo estadual para nomear todos os aprovados do último concurso da Secretaria de Educação. A orientação ao governador Marconi Perillo se deve ao déficit de professores no quadro de servidores da rede.

A promotora recomenda que os aprovados em cadastro de reserva, cujos cargos estão sendo ocupados por professores temporários, sejam também nomeados e ainda orienta pelo provimento de novo concurso público. O MP concedeu um prazo de 10 dias para a notificação sobre as providências que estão sendo tomadas sobre a recomendação expedida.

O concurso em questão foi editado em março de 2010 e tem validade até julho de 2012, prevendo 5.581 vagas para os cargos de professor nível III (referente aos professores com licenciatura), para o quadro permanente da Seduc (Secretaria de Educação).  Entretanto, de acordo com a Segplan (Secretaria de Gestão e Planejamento), apenas 1.714 candidatos foram aprovados, sendo que destes, 1.613 já foram chamados. A secretaria informou ainda que outros 104 candidatos serão convocados em breve, pois o secretário Giuseppe Vecci já anunciou a nomeação e o processo de convocação está em trâmite. A possibilidade de um novo concurso está sendo estudado pela secretaria, que irá avaliar a necessidade de cada órgão.

A Seduc informou ao Jornal Opção que, atualmente, a rede estadual de Educação conta com 10.300 professores de nível III, 17.300 de nível IV (licenciatura + pós-graduação) e cerca de mil de nível I e II (só nível médio). Em levantamento feito no ano passado, eram 5.600 professores temporários.