05/03/12
Pesquisa
Inscrições para Iniciação Científica Júnior se encerram hoje
Programa da Fapeg visa aproximar alunos e professores de escolas públicas dos projetos científicos desenvolvidos por pesquisadores de Goiás. Selecionados recebem bolsas de R$ 100 e R$ 300

Ketllyn Fernandes

Termina nesta segunda-feira, 5, o prazo para escolas públicas do Estado se inscreverem no programa de ICJ (Iniciação Cientifica Júnior), desenvolvido pela Fapeg (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Goiás). Podem participar da iniciativa instituições de Ensino Fundamental, Médio e Profissionalizante. Os responsáveis pelas escolas devem preencher o formulário no Portal da Fapeg, além de formarem seu próprio Comitê Institucional de Seleção, cuja função será a indicação dos alunos e professores que queiram acompanhar o trabalho realizado por pesquisadores de Goiás. Estudantes e professores tutores selecionados serão contemplados com bolsas mensais de R$ 100 e R$ 300, respectivamente. O programa terá cinco anos de duração.

Por meio das propostas recebidas pelo programa, a Fapeg avalia os projetos apresentados por pesquisadores que tenham interesse em receber alunos da educação básica para participarem de seus trabalhos. Os pesquisadores também podem inscrever seus projetos junto à Fundação somente até hoje. Podem ser inscritos projetos que estejam em andamento ou cuja conclusão esteja prevista para depois de março de 2013.

Os comitês Institucionais de Seleção devem ser formados professores e/ou servidores efetivos e por alunos com frequência igual ou acima de 80%, sendo que o rendimento escolar dos estudantes deve ser superior a 70%. Cada escola poderá receber o máximo de cinco bolsas de ICJ (destinadas aos alunos) e cinco de Apoio Técnico (destinada aos professores tutores).

Serão investidos no programa de Iniciação Cientifica Júnior cerca de R$ 6 milhões. Este total é subdividido entre o governo federal (R$ 1,5 milhão), por meio do CNPq (Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico) – que arcará com as despesas referentes às 250 bolsas mensais de R$ 100 aos alunos; e governo de Goiás (R$ 4.5 milhões), por meio da Fapeg – que pagará as bolsas de R$ 300 aos professores tutores.

Objetivo

O ICJ visa a aproximação entre alunos de escolas públicas municipais, estaduais e federais com os trabalhos realizados por pesquisadores de universidades e outras instituições científicas.  A iniciativa promove o maior interesse dos estudantes e de seus professores, além de propiciar acesso facilitado dos bolsistas ao sistema nacional de pesquisa, uma vez que alunos e professores selecionados terão seus currículos na Plataforma Lattes do CNPq – uma instância de referência à pesquisa no Brasil, acessada em todo o mundo.