26/07/13
Endereço Certo
Cachoeira deve ser notificado de interpelação feita por Marconi nos próximos dias
O prazo para notificação, a partir da correção do atual endereço de Carlos Ramos, foi estendido em mais 15 dias. Artigo em defesa de Andressa Mendonça motivou processo

Ketllyn Fernandes

Carlos Augusto Ramos deve ser notificado da interpelação feita em seu desfavor pelo governador Marconi Perillo (PSDB) em breve. Registrada há mais de duas semanas, a desatualização do endereço de Cachoeira atrasou sua notificação, que a partir da correção feita esta semana pelo advogado do tucano, João Paulo Brzezinski, estende em mais 15 dias o prazo para que o oficial de justiça o localize.

O antigo endereço que constava no processo era o de um apartamento no Setor Bueno, enquanto Carlos Ramos, como é de conhecimento desde que o escândalo que leva seu apelido veio à tona pela Operação Monte Carlo –– fevereiro de 2012 –– vive no Condomínio Alphaville, na antiga casa de Marconi, onde se casou com Andressa Mendonça no final do ano passado.

Após a notificação, Cachoeira terá 48 horas para prestar os devidos esclarecimentos quanto a quem se refere, exatamente, em artigo com tom de ameaça publicado no “Jornal Diário da Manhã” no dia 11 de junho, em que diz: “Se quiserem saber onde estão os maiores problemas e as principais sangrias dentro desse governo é só encarar a briga que estou pronto para o embate.” Se depois de notificado o interpelado não se manifestar, pode ser responsabilizado por calúnia, difamação e injúria

O texto, intitulado “A verdade sem mentira”, foi em defesa sua mulher, que teria sido alvo de suposto ato deselegante por parte da assessoria de imprensa do governo, que a caracterizou de "penetra" em desfile beneficente promovido pela OVG em benefício à Santa Casa de Misericórdia de Goiânia, dias antes da publicação, que ganhou repercussão nacional.

Em entrevista recente ao Opção Online, João Paulo Brzezinski explicou que a interpelação objetiva saber esclarecer se a pessoa chamada “para a briga” por Cachoeira é o governador. A possibilidade de indenização por danos morais virá da resposta de Cachoeira. “Tudo depende do que Cachoeira disser. Se ele atacar o governador caberá pedido de indenização”, disse no início do mês.

Procurado na manhã desta sexta pela reportagem em seu escritório e também pelo celular, Brzezinski não foi localizado.

São estas as perguntas da interpelação:
- O interpelado refere-se em seu artigo especificamente ao governador Marconi Perillo?
- O interpelado conhece, sabe ou consegue apontar alguma irregularidade perpetrada pelo ora interpelante?
- Em algum momento quis o interpelado dirigir-se diretamente ou indiretamente ao governador Marconi Perillo?