Edição 1913 de 4 a 10 de março de 2012
Pílulas
PMDB de Catalão define Velomar para a reeleição

- A situação dos tucanos em Jataí, diante da popularidade do prefeito Humberto Machado (PMDB), é a seguinte: ninguém quer enfrentá-lo.

- O vereador Ediglan Maia, se a cúpula tucana deixasse e Humberto Machado quisesse, seria o vice do prefeito peemedebista sem pensar meia vez. Reni Franco Garcia deve ser mantido na vice.

- O empresário Vitor Priori, do PSDB, quer ser candidato a prefeito de Jataí, mas só em 2016, quando terá de enfrentar Leandro Vilela, mas não Humberto Machado.

- Como os homens estão fugindo da raia, a ex-deputada Cilene Guimarães deve ser candidata a prefeita de Jataí.

- Pesquisa que circulou nos bastidores, na semana passada, mostra que, pelo menos no momento, o grande adversário de Paulo Garcia em Goiânia é Sandes Júnior (PP) — não são Leonardo Vilela e Jovair Arantes.

- Em Brasília, nas proximidades do TSE, comenta-se que o PSD não vai conseguir tomar uma parte do tempo do DEM na televisão e no rádio.

- Com a saída de um frigorífico do município, a receita da Prefeitura de Mara Rosa (Norte goiano) caiu 42%. O déficit mensal chega a 200 mil reais. O prefeito Nilson Preto chegou a pensar em renúncia.




-O grupo do prefeito de Catalão, Velomar Rios, comemora o fato de que Abib Elias não poderá disputar a prefeitura em outubro.



- Adib Elias tentou emplacar a candidatura de sua mulher, Adriete Elias, mas Velomar não aceitou. Ele abriria espaço para o ex-prefeito, mas não para a ex-deputada.

- Como Velomar não aceitou a pressão, o quadro ficou assim: o prefeito vai apoiar Adriete para deputada estadual em 2014.

- O governo de Goiás apresenta aos prefeitos a Agenda de Gestão Municipal, com uma série de ações que promete ensinar a prefeitos e encarregados da administração, gestão e planejamento como elaborar, encaminhar, executar e fiscalizar projetos com verbas federais.

- O lançamento da Agenda de Gestão Municipal será na segunda-feira, 5, às 14 horas, junto com a inauguração da nova sede da Associação Goiana de Municípios (AGM), na Rua 98, Quadra F16, Lote 25, Setor Sul, quando o governador Marconi Perillo será condecorado em reconhecimento ao seu trabalho pelo fortalecimento
dos municípios.

- A palestra de lançamento da Agenda de Gestão Municipal será feita pelo secretário de Gestão e Planejamento, Giuseppe Vecci.

- A Celg já ganhou até no STJ a ação contra a Eletrobrás que poderá lhe render 1,3 bilhão. Ocorre que, agora sócia da Celg, a Eletrobrás quer a retirada da ação. A Celg e o governo de Goiás, acionista da companhia, decidiram manter a ação.

- O prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, tem perguntado ao presidente do PSD goiano, o secretário-chefe da Casa Civil, Vilmar Rocha, onde ele encontra tanta energia.

- Leitor de Max Weber, Vilmar esclarece que se trata de paixão e vocação para a política. Na semana passada participou de encontros políticos do PSD em Anicuns, Morrinhos, Formosa e Nerópolis. Sempre feliz.

- Em Minaçu, a carreata organizada pelo prefeito Cícero Romão para receber Vilmar Rocha reuniu 400 carros. Mesmo avesso ao típico populismo patropi, Vilmar aprovou tudo.

- O prefeito de Piracanjuba, Ricardo de Pina, não conseguiu o recapeamento das ruas da cidade porque não apresentou certidões negativas. Agora, a obra deve ser feita pela Agetop.

- Jovair Arantes trabalha para ter Francisco Vale Júnior como vice. Mas o PSD vai aguardar. Se for vetado pelo DEM na composição de uma chapa com Leonardo Vilela, é possível que o partido dobre com Jovair.

- Jovair e Francisco Júnior já estão conversando sobre a aliança. Mas um deputado ressalva: “Como não vai conseguir mais do que 1,5 minuto no programa de televisão, Jovair deve desistir da disputa em junho”. E o que vai fazer? “Certamente apoiará Leonardo Vilela.”

- De um petista histórico: “O PSOL de Elias Vaz diz que é crítico e radical. Mas faz uma crítica manca, pois só ataca o prefeito Paulo Garcia”.

- A direção da Construtora Delta prepara-se para sair do Estado de Goiás.