Edição 1985 de 21 a 27 de julho de 2013
Goiás pode ter quatro candidatos a governador

Os políticos jogam o presente e o futuro nas disputas. Quem perder em 2014, mas fizer uma campanha consistente, tornando-se conhecido no Estado — o que se consegue com a exposição na televisão e nas visitas ao interior —, tende a se apresentar como forte candidato a governador em 2018. Vanderlan Cardoso faz esta avaliação, pois considera que, como em 2018 Iris Rezende e Marconi Perillo possivelmente estarão fora do páreo, a chance de ser eleito um político consolidado, mas que ainda não tenha sido governador, é alta. A liderança do PT pensa o mesmo: por isso planeja bancar um candidato a governador em 2014, sobretudo se Iris não for candidato.

Considerando a possibilidade de Iris sair do páreo, para abrir espaço à renovação, a tendência é que, em 2014, se tenha pelo menos quatro candidatos a governador em Goiás: Samuel Belchior (ou Júnior do Friboi), Marconi Perillo (ou José Eliton), Antônio Gomide e Vanderlan Cardoso.