Paulo Garcia diz que fica no PT, não sabe se disputa mandato e critica Iris Rezende

O ex-prefeito de Goiânia afirma que o peemedebista pretende inaugurar obras planejadas e começadas por ele, sem lhe dar o devido crédito

Arquivo

O ex-prefeito de Goiânia Paulo Garcia disse ao Jornal Opção que o prefeito Iris Rezende pretende inaugurar obras iniciadas (e com recursos buscados) por ele. “Assim é fácil administrar.” O petista afirma que a sociedade goianiense começa a perceber que o peemedebista está cada vez mais desconectado do presente, do moderno. Ao saber que o presidente do PSD, Vilmar Rocha, pretende lançá-lo a deputado federal, ficou contente. “Vilmar é um homem de bem, um diplomata. Mas, por enquanto, vou ficar no PT; não vou tomar nenhuma decisão agora. Voltei para a Universidade Federal de Goiás, estou na área de planejamento do Hospital das Clínicas, retomei meu consultório de neurologista, e estou cuidando de meu pai, que ficou viúvo.”

Paulo Garcia diz que está reordenando sua vida, depois de vários anos cuidando de Goiânia. “Para ser franco, não participei de nenhuma atividade política nos últimos meses. Mas, ao andar pela cidade, tenho sentido o carinho da população. Muitas pessoas dizem que sentem a minha falta. Elas sabem que fui correto na condução da coisa pública. O país anda desanimador, com tantas denúncias.”

O ex-prefeito pretende disputar mandato de deputado em 2018? “Ainda não sei. Vou decidir no momento oportuno, mas, insisto, não tenho intenção de deixar o PT. Mas estão sempre dizendo alguma coisa a meu respeito, o que é sinal de que, politicamente, estou vivo e, por isso, ainda incomodo.”

Deixe um comentário

wpDiscuz