Base política de Ronaldo Caiado atende pelo nome de Iris Rezende

Ronaldo Caiado quer Daniel Vilela na vice, mas o vilelismo resiste e planeja lançar candidato a governador

Ronaldo Caiado e Iris Rezende | Foto: Divulgação

O senador Ronaldo Caiado definiu que o DEM só terá um nome na chapa majoritária — ele. Portanto, as vagas de vice e as duas para o Senado estão abertas para negociação. Sabe-se que uma vaga para senador será do PRP, não tanto pelo partido, e sim devido ao vereador Jorge Kajuru, que a oposição avalia que tende a ser um dos fenômenos eleitorais de 2018. A vice e uma vaga para o Senado estão sendo oferecidas ao PMDB, quer dizer, para indicação do vilelismo — o grupo dirigido pelo deputado federal Daniel Vilela e pelo ex-prefeito de Aparecida de Goiânia Maguito Vilela. O prefeito de Goiânia, Iris Rezende, confidencia a aliados que não precisa indicar ninguém para a chapa majoritária. Surpresa? Nenhuma. Seu postulante na chapa majoritária é Ronaldo Caiado. A aliança deles é suprapartidária.

Ronaldo Caiado praticamente não tem base políticas no Estado. Como o PMDB é controlado no interior pelo vilelismo, pode-se dizer que sua principal base eleitoral e política é, sem tirar nem pôr, Iris Rezende, e não o peemedebismo. Mas há um pedra no caminho do senador: o vilelismo, até para confrontar Iris Rezende, pretende lançar Daniel Vilela para governador.

Deixe um comentário

wpDiscuz