Código de Ética da Assembleia é aprovado

O Código de Ética, de autoria do petista Humberto Aidar, foi aprovado por unanimidade na Assembleia Legislativa, na última quinta-feira, 7.

O projeto, que estabelece princípios e regras básicas de decoro, foi aprovado com emendas do deputado Bruno Peixoto (PMDB) — que obteve assinatura de 30 deputados.

O peemedebista questionou pontos peculiares da matéria, como punição de deputados que conversassem enquanto outro parlamentar estivesse na tribuna; ou suspensão caso divulgasse conteúdo de conversas secretas na Assembleia.

Ao Jornal Opção, Peixoto chamou a matéria de “Lei da Mordaça” e disse achar “estranho” que o projeto fosse de um integrante da oposição.